« Voltar para a pesquisa

Mudas de cajá manga anão já com flores, produz rápido

R$ 45
Publicado:
17/07/17 - 11:44
Mudas (PÉS) com aproximadamente 70cm, já com flores e prestes a dar frutos
Produz em vaso e jardim, só p/ retirar
As 3 últimas fotos são só ilustrativas

Nome científico: Spondias dulcis " nana"

Nativo do Pacífico Sul, o Cajá Anão é uma frutífera muito interessante de ser cultivada principalmente por seu porte bastante reduzido, ficando geralmente entre 1,5 a 3m. Seu crescimento é bastante rápido e mesmo nas plantas obtidas através de sementes é possível que produzam em menos de um ano, o que torna essa planta uma excelente opção para aqueles que gostam de cultivar frutíferas em vasos.
Os frutos são abundantes, de tamanho semelhante ao cajá-mirim, mas de sabor e aparência idênticos ao cajá-manga (até as sementes apresentam as mesmas fibras), o que o fez ser conhecido como mini-cajá. A planta fica produzido frutos durante um longo período, tornando-a muito mais decorativa! O ponto ideal de colheita é quando começam a cair do pé e nesse grau de maturação já estão com a polpa mais mole e podem ser usados no preparo de sucos, geleias, batidas e também podem ser consumidos ao natural.

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES
Cultivar a pleno sol. Fazer irrigações sem encharcar. Podar os ramos-ladrão, doentes ou secos. Gosta de solo fértil e bem drenado. No plantio, misture na terra 30% de esterco de gado ou 10% de granja, bem curtidos. Faça adubações orgânicas ou químicas a cada 90 dias.
Aceita muito bem ser cultivada em vaso e jardim.
Cuidar com atenção desta frutífera, é imprescindível evitar pragas ou doenças.
Em caso de dúvidas consulte sempre um profissional agrônomo de sua cidade ou região
Veja no Mapa
gmap
Compartilhe este anúncio
Cole o link deste anúncio no seu site, twitter ou facebook
Anúncios Relacionados
MARCIO ANDRÉ DE GUIMARÃES
Telefones
21987159484
Mapa pinoRua Henrique Scheid
ID do anúncio: 54712

Fique de olho:
  • Evite pagar antecipadamente
  • Desconfie de anúncios não realistas
© Vende Agora 2016
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>